Cidades litorâneas promovem ações em prol do meio ambiente

(Foto: Pixabay)

O verão chegou e muitas pessoas aproveitam, principalmente, as férias para passar um tempo na praia. Aproveitando a temporada, algumas iniciativas estão promovendo ações para conscientizar sobre como os hábitos diários prejudicam o meio ambiente e a vida urbana.

Em São Paulo, até o dia 14 de fevereiro, 60 praias de 16 municípios do litoral recebem o projeto “Verão no Clima”, uma ação que incentiva a mudança de comportamento das pessoas em relação ao meio ambiente.

O projeto reúne mais de 1.500 voluntários, acompanhados por mais de 350 monitores, para limpar as praias desde Ubatuba (litoral norte) até Cananéia (litoral sul) e conscientizar sobre o descarte de resíduos sólidos.

Além da limpeza, o projeto conta com corridas e caminhadas para promover a sustentabilidade e esclarecer os hábitos corretos de descarte de resíduos.

No próximo domingo (21), a partir das 9h, o projeto Sou Rio Sustentável, que atua em defesa do meio ambiente, promove sua primeira mobilização na Praia do Arpoador, no Rio de Janeiro, para incentivar as boas práticas ambientais. A iniciativa faz parte dos projetos ambientais promovidos pela empresa Eco Prática

Durante o dia, os voluntários limparão o lixo flutuante no mar e entre as pedras do Arpoador e do Parque Garota de Ipanema e cuidarão dos gatos abandonados no local, que serão encaminhados para tratamento veterinário, castração e depois vão para adoção.

Entre os dias 20 de janeiro e 11 de fevereiro, o projeto Oliplanet chega às praias do Paraná com a campanha “Sanepar apresenta: ficou fácil cuidar do planeta”, para ensinar sobre o descarte correto do óleo de cozinha.

Em Balneário de Shangrilá (Pontal do Paraná), Balneário de Ipanema (Pontal do Paraná), Praia Central de Guaratuba (Guaratuba) e Balneário de Caiobá (Matinhos), serão distribuídas 300 mil unidades de Oliplanet com material informativo.

Durante a campanha, o público poderá entender, por exemplo, como o óleo de cozinha obstrui as galerias de esgoto e o que isso pode ocasionar com o tempo nas grandes cidades.

** Com informações do SóNotíciaBoa e da assessoria de imprensa