Junho Vermelho ilumina monumentos para estimular doação de sangue

(Foto: Divulgação)

No dia 1º de junho, tem início a campanha Junho Vermelho, organizada pelo Movimento Eu Dou Sangue pelo Brasil, para incentivar os brasileiros a doar sangue e tornar essa prática um hábito na vida do brasileiro. Para lembrar a importância desse ato, monumentos e fachadas de edifícios públicos e privados em São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Pará  entre outros estados serão iluminados de vermelho

“No Brasil, os doadores correspondem a apenas 1,9% da população, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que 3% a 5% dos habitantes de um país sejam doadores. A situação se agrava no inverno, quando é esperada uma redução no número de doações em cerca de 30%. Em 2015, o Junho Vermelho conseguiu evitar essa queda no período dos meses de junho, julho e agosto e ainda gerou um aumento no volume de doações em torno 30%, segundo dados da Hemorrede da Secretaria de Saúde do Estado de SP. Hoje, no Brasil, são coletadas anualmente 3,6 milhões de bolsas de sangue, correspondendo a 3,1 milhões de transfusões em ambulatórios e hospitais”, informam Debi Aronis e Diana Berezin do Movimento Eu Dou Sangue pelo Brasil – um grupo organizado, não institucionalizado, com o propósito de difundir uma causa social de extrema importância para o bem estar da população.