Lixão em Brasília será transformado em plantação de Ipês

(Foto: Pixabay)

Uma área de cinco mil metros quadrados usada para descarte lixo e entulho sem autorização pela comunidade do Gama, em Brasília, será transformada em uma plantação de ipês. A árvore é considerada a árvore-símbolo de Brasília.

Localizado em uma Área de Preservação Ambiental (APA), o terreno recebe lixo da população há cerca de 10 anos, mesmo com a existência de um papa-entulho próxima ao local.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) é a responsável pela doação das mudas de ipês, que serão plantadas na região. Na Estrada Parque Taguatinga (EPTG) – DF-085, por exemplo, está previsto o plantio de 2 mil árvores.

A medida ainda deve combater a proliferação do Aedes aegypti na região.

Funcionários da administração também cavaram uma vala, de cerca de 50 cm de largura e 80 de profundidade, ao redor da área pública, na tentativa de impedir que as pessoas acessem o local.

“É um impedimento para que os carros entrem e descarreguem lixo no local”, conta o administrador do Gama, José Elias Silva de Jesus.

A expectativa do Governo do Distrito Federal é que sejam plantados um milhão de Ipês em todas as regiões administrativas da capital do Brasil nos próximos anos. Apenas em 2020, 150 mil ipês de diversas variedades devem ser plantados.