Nova York e Coreia do Sul proíbem uso de produtos descartáveis

(Foto: Unsplash)

Desde o dia 1º, os moradores e estabelecimentos comerciais de Nova York estão proibidos de usar e vender pratos, copos e embalagens e bolinhas de isopor.

Segundo o Departamento Sanitário do estado norte-americano, esses produtos foram banidos por não ter reciclagem economicamente viável.

O prazo para se adequar à legislação é de 6 meses e, após esse período, serão aplicadas multas entre US$250 e US$1 mil.

Também entrou em vigor, na Coreia do Sul, a lei que proíbe o uso de sacolas plásticas descartáveis em grandes varejistas para conservar os recursos naturais e facilitar a reciclagem.

Os sacos de plástico devem ser substituídos por recipientes recicláveis, sacos de pano ou de papel, com exceção dos sacos de plástico para produtos úmidos, que continuarão a ser usados.

As lojas que violarem a lei serão multadas em até 3 milhões de won, cerca de US$ 2.700.

** Com informações do Conexão Planeta e da Agência Brasil