O legado da autoestima

foto- Rio2016

Grandioso, fabuloso, ótimo, perfeito, exuberante, alegórico ou simplesmente verdadeiro, foi espetáculo de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro. Vi tudo pela televisão com os recursos que a tecnologia pode nós proporcionar, e não são poucos, mas faço todos esses elogios por um motivo: as pessoas que estiveram no Maracanã, protagonistas ou espectadores, tinham algo em comum, o sorriso de alegria.

Veio gente de todo lugar, afinal os Jogos Olímpicos são a principal representação esportiva da humanidade. Concebidos na antiga Grécia e que proporcionam grandes competições, superação, mas principalmente o encontro de jeitos, pensamentos e hábitos diferentes, onde até os que estão em guerra apareceram. Bem, a verdade é que desta vez reuniram o que temos de melhor, na criação, nas artes, e cada um com seu talento soube mostrar nosso povo, nossa arte e nossa ginga. Nosso espírito de fazer festa.

Ousamos até criticar o mundo, alertar sobre os perigos que todos correm com as agressões ao Meio Ambiente. Ousamos mostrar caminhos, como os atletas que foram convidados a plantar uma semente e deixar para o futuro do Rio, uma nova floresta. Muito legal.

Na cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio, ouvimos o samba, bossa nova, samba rock, rap e pagode. Lá estiveram, brancos, morenos, pretos, vermelhos, caboclos, tinha a nossa gente, afinal somos um país de nativos e imigrantes e uma mistura inigualável.

Não teve aquele negócio de nós e eles. Notamos a beleza de nosso povo e a poesia de nossas músicas em seus vários ritmos. Teve a loira e morena, e que beleza o requebrado que elas sabem dar.

Nós que perdemos uma Copa do Mundo, a de 1950, e ficamos anos a nos ironizar, como dizia o cronista Nelson Rodrigues: O Complexo de Vira-Lata, pela falta de autoestima dos brasileiros perante o mundo. Os anos se passaram, perdemos outra Copa, de 2014, e chegaram as Olimpíadas.

Para você que pode achar minhas palavras ufanistas demais, de uma olhada nas redes sociais, na imprensa mundial. Todo mundo está elogiando a Abertura das Olimpíadas do Rio.

O que aconteceu no MARACANÃ FOI SUPERABUNDANTE.

Fizemos bem o que sabemos fazer, agora que venham os jogos. Essa é uma outra história.

Foto- Rio 2016
Foto- Rio 2016