Estudante cria canudo com fibras de bananeira

(Foto: Divulgação)

A estudante Yasmin Sousa desenvolveu um canudo comestível e biodegradável a partir das fibras de bananeira e de buriti. Toda a produção é realizada na própria casa de Yasmin.

Yasmin teve a ideia de transformar resíduos que virariam lixo orgânico em produtos economicamente sustentáveis em 2007, quando ainda cursava o Ensino Médio. O primeiro produto que ela desenvolveu foi uma caixa térmica com a fibra de buriti, para substituir o isopor. O projeto foi retomado este ano. 

Os canudos biodegradáveis são comestíveis e podem ficar até 40 minutos imersos em água, suco ou refrigerante sem sofrer alteração. 

Bandejas e papéis biodegradáveis também estão sendo criados pela jovem. O papel é feito com fibra de bananeira, pode ser impresso e se decompõe em até 72 horas.

As bandejas são impermeáveis e feitas com condimentos antifúngicos e antibacterianos, como cravo, hibisco, canela e orégano. Podem ser utilizadas para alimentos úmidos ou secos e levam 32 dias para se decompor.

** Com informações do Diário do Litoral