Adolescente cria adubo que agiliza crescimento de plantas

(Foto: Rede Amazônica/ Reprodução)

O estudante da rede pública de ensino do Amapá, Caio Vinicius de Souza, desenvolveu uma composteira que melhora e agiliza o desenvolvimento da plantação, a partir do uso de fezes de gato, cachorro e gado.

O projeto começou a ser desenvolvido há quatro meses e o adubo orgânico, apesar de não ser novidade, se diferencia pela recombinação de fezes dos três animais.

A composteira é feita com baldes plásticos, onde são colocadas as fezes dos animais com a terra. Em seguida, os baldes são enterrados e cercados com pedaços de espelhos que permitem o aquecimento solar. O sistema também conta com o uso de painéis solares para a produção de energia elétrica.

“O objetivo principal do projeto é melhorar, dobrar, a produtividade agrícola de pequenos agricultores de alimento, como os grupos indígenas e os agricultores familiares de subsistência, auxiliando na renda deles e também dando melhor qualidade de vida. Além de propor uma energia elétrica alternativa que poderá ser usada na própria produção e também em afazeres domésticos”, explica o estudante.

** Com informações do G1