UFMT descobre processo bacteriano que substitui agrotóxicos

(Foto: Pixabay)

Pesquisadores do Instituto de Biociências da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) descobriram que um microorganismo presente na planta do guaraná pode combater agentes causadores de doenças em outras plantas.

A pesquisa identificou que quando a bactéria Streptomyces griseocarneus é inserida em uma planta, ela combate a atuação de organismos que produzem doenças infecciosas e aumenta a resistência da planta.

O método foi testado em plantas de pimentão, milho e agora, está em fase de teste na soja.

A descoberta se tornou uma alternativa natural para conter a proliferação de organismos, como fungos, reduzir o uso de agrotóxicos e os custos da produção, e não tem impacto ambiental.

** Com informações do PNB Online