Laboratório cria utensílios de pesquisa com plásticos reciclados

(Foto: Claudio Bezerra/ Embrapa)

Plásticos que iriam para o lixo estão sendo reciclados e transformados em novos utensílios para pesquisa no Laboratório de Nanobiotecnologia da Embrapa, no Distrito Federal.

Coordenada pelo pesquisador Luciano Paulino, a proposta chamada RecicLAB3D surgiu de um evento que incentiva estudantes a desenvolverem projetos de nanotecnologia com foco em inovação e sustentabilidade.

A transformação por extrusão é o método mais utilizado para produção de filmes plásticos, pellets e filamentos que são insumos básicos para embalagens flexíveis com diversas aplicações.

Ao ser descartado, o plástico é tratado e transformado em matéria-prima para confeccionar peças, como protótipos de pequenas máquinas, em impressoras 3D.

Peças de rotina, como suportes, utensílios e racks, podem ser produzidas a partir de 270 gramas de resíduos.

Com a reciclagem, os pesquisadores reduzem o descarte de plástico, poupa a energia, evita a geração de resíduos pela incineração do plástico, economiza recursos e preserva o meio ambiente.

(Arte: Cinthia Pereira Embrapa)

** Com informações da Embrapa