O uso da água na cultura do algodão. Conheça o trabalho de Alexandra Cousteau

(Foto: Reprodução)

Alexandra Cousteau, exploradora emergente da National Geographic, diretora cinematográfica e reconhecida mundialmente por seu trabalho com a questão da água, continua com a tarefa de seu famoso avô, Jacques-Yves Cousteau, e de seu renomado pai, Philippe Cousteau. Alexandra domina a tradição narrativa herdada de sua família e tem uma habilidade única para inspirar o público sobre questões importantes de política, leis e ações. Alexandra se dedica a defender a importância da conservação e da gestão sustentável da água, a fim de manter o planeta saudável. Suas iniciativas em nível mundial têm o objetivo de inspirar e capacitar os indivíduos para proteger não só o oceano e seus habitantes, mas também as comunidades humanas que dependem dos recursos de água doce.

Em 2010, o Fórum Econômico Mundial a incluiu entre os Líderes Jovens do Mundo. Essa comunidade de líderes da próxima geração atua como uma força motriz para o futuro sustentável. Em 2008, Alexandra foi nomeada exploradora emergente da National Geographic, com o que se juntou ao seleto grupo de 11 jovens pioneiros e visionários de todo o mundo, para estender as fronteiras do descobrimento, da aventura e da resolução dos problemas mundiais. Também em 2008, Alexandra fundou a Blue Legacy International, com o objetivo de capacitar as pessoas a recuperar e restaurar a água no mundo, uma comunidade por vez.

Alexandra comandou expedições da Blue Legacy International em seis continentes e produziu mais de uma centena de curtas-metragens premiados sobre as questões da água no mundo, conseguindo que um número recorde de pessoas se ocupasse e atuasse com os problemas de conservação da água em suas comunidades. Também trabalha com a Oceana, como assessora sênior, para ajudar a impulsionar seu importante trabalho em relação aos oceanos, para que a empresa seja conhecida por um público cada vez maior por meio de expedições, eventos e promoções.

Agora em maio, Alexandra lançou o documentário For the Love of Fashion sobre a produção do algodão, dando destaque ao algodão orgânico.