Rock In Rio lança projeto social para a Amazônia

(Foto: Reprodução)

Nesta semana, o Rock In Rio – um dos maiores festivais de música e entretenimento do mundo – lançou o Amazônia Live, um projeto social global para todas as edições do festival até 2019.

Com o lema é “Mais do que Árvores, Vamos Plantar Esperança”, a iniciativa tem como objetivo ajudar na restauração florestal da Amazônia, chamar a atenção da sociedade para a importância de consumir conscientemente os recursos naturais do planeta e incentivar as pessoas a mudarem seus hábitos, além de se tornarem agentes ativos no combate as mudanças climáticas.

De acordo com dados da Rede Amazônica de Informação Socioambiental Georreferenciada (Raisg), de 1500 a 1977, certa de 4,7% da Amazônia foi desmatada. Só nos últimos 36 anos, este número subiu para 18%, sendo que até 2013 o Brasil perdeu 632 mil km² de florestas.

Para chamar atenção para a causa, o Rock In Rio realizará, no dia 27 de agosto, um show inédito em uma plataforma flutuante montada sobre o Rio Negro. O espetáculo terá a participação da cantora Ivete Sangalo e do tenor lírico Plácido Domingo, que será acompanhado pela Orquestra Amazônica Filarmônica e o Coral do Amazonas.

Segundo o presidente do Rock In Rio, Roberto Medina: “Pela primeira vez estamos adotando globalmente uma mesma causa que será promovida em todos os países onde o Rock in Rio está, e não só, e se estenderá por várias edições do evento. Estamos garantindo o plantio de um milhão de árvores e, com a ajuda de marcas parceiras e dos fãs do festival, queremos chegar a cerca de 3 milhões de novas árvores na região. Com esta ação, vamos chamar a atenção do mundo inteiro para um problema urgente e mostrar que é possível plantar, sobretudo, esperança”, explicou.

O projeto Amazônia Live surgiu no ano passado após o prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio Neto, desafiar a equipe do Rock In Rio a promover um evento na região que mostrasse a importância da floresta no equilíbrio da vida em todo o planeta. Desde 2001, o festival se engaja em ações sustentáveis, que já beneficiou milhares de pessoas em vários países, como Brasil, Portugal, Espanha e Estados Unidos.