Equilíbrio: Olhe para seus retrocessos

(Foto: Pixabay)

O esporte é uma das maiores fontes de exemplo que podemos utilizar para o nosso cotidiano, em virtude da pluralidade de faces que ele nos apresenta.

Para quem lida com a experiência desportiva não é difícil perceber que a vida flui e reflui, tem altos e baixos.

Às vezes as condições são fantásticas, outras, são frágeis demais. Um dia batem-se recordes, noutro dia fracassa-se. No entanto, esta fluidez de avanços e recuos permite que possamos aprender com os erros e falhas. Permitem-nos também aceitar as perdas, descobrir que somos falíveis.

Na vida, tudo muda, nada é constante. E não é difícil observar-se que existe um mundo de possibilidades sempre prontas a serem concretizadas. Quando você está tentando restabelecer o seu equilíbrio, quando se desafia a si mesmo, quando pretende mudar a sua vida para melhor, por vezes, os recuos, dificuldades e adversidades fazem parte do processo que permite construir o percurso do seu sucesso.

Obs.: Baseado no artigo Psicologia positiva de Miguel Lucas.