Saiba como integrar o Mindfulness no cotidiano

(Foto: Freepik)

Estudos científicos comprovam que a meditação traz inúmeros benefícios para a saúde, como aumentar a concentração, criatividade, organização, a desenvoltura na comunicação, o desempenho no trabalho, o alívio de estresse, da depressão e da ansiedade, entre outros.

Mas como é possível fazer meditação com a correria do dia a dia? Uma das técnicas que você pode utilizar é a mindfulness, que consiste em focar a atenção no momento presente.

A instrutora de mindfulness da Assertiva Mindfulness, Rita Kawamata, dá dez dicas de como colocar a técnica em prática:

  1. Ao acordar, sorria! Mesmo antes de iniciar as atividades do dia, podemos trazer um bom estado mental logo ao abrir os olhos de manhã. Ao acordar, lembre-se de um motivo para sorrir.
  2. Saia do piloto automático. Procure cultivar presença e atenção fazendo as mesmas coisas de todos os dias de maneiras diferentes: desde o caminho para o trabalho até a forma como coloca os alimentos no prato. Mude a rotina e treine sua mente para o novo!
  3. Ao ouvir, apenas ouça. Durante as conversas, podemos treinar uma escuta atenta e empática, procurando apenas ouvir, abrindo mão do hábito de interromper, completar, antecipar o que o outro nos diz.
  4. Três respirações conscientes. A qualquer momento, em que você se sentir disperso ou ansioso, procure se lembrar da respiração. Ela está sempre disponível para ajudá-lo a voltar para o momento presente, percebendo seu corpo.
  5. Livre-se de julgamentos. Evite alimentar o hábito da reclamação e da crítica, tanto dos outros como de nós mesmos. Assim, treinamos abertura, reconhecimento das coisas como são e preservamos um estado mental positivo e mais relaxado. O resultado pode ser surpreendente!
  6. Mantenha-se presente no seu corpo. Ao andar de um lugar a outro, ao se alimentar ou mesmo ao trabalhar, traga a atenção para seu corpo, procurando notar o que chama sua atenção naquele momento. Aproveite para exercitar a equanimidade, acolhendo tanto as sensações boas como as neutras e as desagradáveis com a mesma curiosidade.
  7. Conectando-se com a comida. O alimento não surge miraculosamente no prato. Antes de chegar a você, ele foi cultivado ou criado, em contato direto com diversos seres vivos e diferentes elementos, passou por mãos trabalhadoras, viajou por distâncias longas ou curtas, foi preparado para ser consumido. Como podemos honrar todo esse processo ao nos alimentarmos?
  8. Uma coisa de cada vez. Pesquisadores têm alertado que o multitasking (fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo) não é funcional. Nosso cérebro se concentra em apenas uma função de cada vez, mobilizando energia e realizando vários processos para cumpri-la. Se fizermos várias coisas ao mesmo tempo, nosso foco fica alternando rapidamente entre elas. Isso gera gasto de energia e tempo. Fazer uma coisa de cada vez otimiza a vida.
  9. Escolhas conscientes. Sempre que o estresse parecer tomar conta do seu dia, lembre-se de que fazemos escolhas a todo momento. Desde a roupa que usamos até o estilo de vida que levamos, o modo como lidamos com trabalho, estudos e amigos… Você tem consciência das escolhas que faz todos os dias? Elas o ajudam a ter uma vida mais significativa?
  10. Menos é mais. A essência de mindfulness nos ajuda a estar em cada momento da vida com mais presença e assim aproveitá-la em plenitude. A felicidade está disponível nas coisas simples, mais do que em sonhos mirabolantes, impossíveis de serem realizados.