Partículas de plástico são encontradas em água engarrafada

(Foto: Pixabay)

Uma pesquisa realizada pela ONG Orb Media descobriu que uma única garrafa de água pode conter dezenas e até milhares de partículas microscópicas de plástico.

Os pesquisadores analisaram o conteúdo de mais de 250 garrafas de 11 marcas líderes do mercado, que vieram de nove países de cinco continentes. As marcas avaliadas são: Aquafina, Aqua, Bisleri, Dasani (Coca-cola), Epura, Evian, Gerolsteiner, Minalba,  Nestlé Pure Life, San Pellegrino e Wahaha.

Testes realizados pela Universidade Estadual de Nova York revelaram, em média, 10,4 partículas plásticas na faixa dos 100 mícrons, o equivalente a um fio de cabelo, por litro. Mas a quantidade de partículas ainda menores em tamanho é superior, com uma média global de 314,6 partículas/litro. Foram encontrados fragmentos de plásticos variados, como náilon e tereftalato de polietileno (PET).

Atualmente, são produzidos 300 bilhões de litros de água engarrafada por ano e o mercado é avaliado em US$147 bilhões por ano.

Questionados, os fabricantes de água em garrafa disseram que seus produtos atendem todos os requisitos governamentais.

Novos testes

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou que analisará os potenciais riscos da presença de plástico na água que bebemos. Não há evidências de que os microplásticos podem afetar a saúde humana.

** Fonte: Folha de S.Paulo e BBC