Associação lança cartilha contra o Aedes Aegypti

(Foto: Reprodução)

A Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional (Abralimp) elaborou uma cartilha para treinar equipes de limpeza a serem agentes de saúde para ajudar no combate ao Aedes Aegypti – mosquito que transmite a dengue, o zika vírus e a febre chikungunya.

Segundo o presidente da Abralimp, Sandro Haim: “os profissionais de limpeza têm amplo acesso a todos os ambientes institucionais e podem ajudar a detectar criadouros e eliminá-los. Para que isso aconteça, os funcionários devem estar devidamente informados e treinados sobre como identi­ficar e eliminar os focos, além de notifi­car as ocorrências aos supervisores e gestores. Assim, estarão protegendo a própria saúde e de todas as pessoas que circulam nestes ambientes”, afirmou.

Além das sugestões para eliminar possíveis pontos de proliferação do mosquito, a publicação esclarece o comportamento do mosquito e as principais diferenças entre a dengue, o zika e a febre chikungunya. Entre as recomendações da Associação, estão:

  • Deixar todos os tipos de baldes quando não estiverem sendo utilizados de “boca para baixo”.
  • Água de chuva é sempre bem-vinda para reaproveitamento, mas é necessário armazenar da forma correta em reservatórios cobertos e protegidos.
  • Para quem utilizar dosadores é indispensável a secagem ao redor dele.
  • Ainda no caso dos dosadores, é bom deixá-lo sempre devidamente regulados e, em caso de vazamentos, poças d’água podem ser formadas no piso próximo ao redor.

Para fazer o download da cartilha, acesse: http://revistahigiplus.com.br/combateadengue/