Casos de dengue, chikungunya e zika caíram 89% em 2017

(Foto: Wikimedia Commons)

Nos primeiros meses de 2017, o número de casos das três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti teve uma queda de 88,9%, em comparação ao mesmo período do ano passado. É o que mostra o novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde.

Até o dia 15 de abril de 2017, foram registrados 113.381 casos suspeitos de dengue, em contraste com 1.180.472 casos da doença registrados no mesmo período. Houve 17 óbitos este ano, enquanto no ano passado foram registradas 507 mortes.

Quanto a Febre Chikungunya, foram 43.010 casos em 2017, o equivalente a 20,9 casos a cada 100 mil habitantes, contra 271.824 casos prováveis no mesmo período do ano passado. A região Nordeste apresentou a maior taxa de incidência foram confirmados nove óbitos, ante as 196 mortes no ano passado.

O Brasil registrou 7.911 casos de zika vírus em 2017, contra os 170.535 no mesmo período do ano passado.