Obama declara guerra contra o Zika Vírus

(Foto: Reprodução/ Casa Branca)

O presidente americano Barack Obama se reuniu, nesta terça-feira (26), com as suas equipes de saúde e de segurança nacional para pedir que os testes, vacinas e tratamentos contra o zika vírus fossem acelerados. A doença é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e suspeita de causar microcefalia em bebês.

De acordo com o comunicado oficial da Casa Branca, “o presidente enfatizou a necessidade de acelerar os esforços de investigação para tornar melhores os testes de diagnóstico disponíveis, desenvolver vacinas e terapêutica, e para garantir que todos os americanos tenham informações sobre o vírus Zika”.

Durante a reunião, Obama foi informado sobre a propagação do zika vírus, formas de combater o mosquito, os possíveis impactos econômicos da doença no Ocidente, além das orientações para os cuidados de mulheres grávidas. Na semana passada, o Centro de Controle e Prevenção de Doença (CDC), dos Estados Unidos, recomendou que as americanas grávidas evitassem vir à América Latina.

A medida do presidente americano surge após o anúncio da Organização Mundial da Saúde (OMS), na última segunda-feira (25), que o zika vírus deve se espalhar por todos os países das Américas, com exceção do Canadá e do Chile, devido às baixas temperaturas.

** Com informações do New York Times