Governo autoriza mais agrotóxicos e chega a 382 registros em 2019

avião pulverizando a plantação
(Foto: Pixabay)

O Ministério da Agricultura autorizou a liberação de mais 57 agrotóxicos, nesta quinta-feira (03), totalizando 382 produtos registrados em 2019.

Dos compostos liberados hoje, 10 são biológicos e podem ser utilizados na agricultura orgânica, seis são novos e 41 são genéricos para aumentar a concorrência no mercado. 

Dos 382 agrotóxicos registrados, 214 são destinados exclusivamente para o uso industrial e 168 são formulados para produtores rurais. 

Vinte e quatro são produtos biológicos e/ou orgânicos. Dois defensivos biológicos à base dos organismos Heterorhabditis bacteriophora e Hirsutella thompsonii são inéditos no Brasil. O primeiro será usado para o combate à larva-alfinete e o outro para o uso no controle do ácaro rajado, uma praga que ataca diversas culturas. 

Segundo o governo, 48% dos produtos formulados autorizados não são efetivamente comercializados.

Do total de produtos registrados em 2019, 359 são produtos genéricos e 23 são à base de ingredientes ativos novos de origem químico ou biológica.

Em nota, o Ministério da Agricultura diz que “o objetivo é aprovar novas moléculas, menos tóxicas e mais ambientalmente corretas, e assim substituir os produtos antigos, além da liberação de produtos genéricos”.

** Com informações do Ministério da Agricultura