Número de agrotóxicos extremamente tóxicos cai para 43

(Foto: FAO)

Levantamento do jornal Folha de S.Paulo revelou que o número de agrotóxicos considerados “extremamente tóxicos” à saúde passou de 702 para 43.

A lista da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) compreende 1.942 agrotóxicos. 

Com a reclassificação feita pelo marco regulatório, 43 passam a ser considerados “extremamente tóxicos”, 79 são “altamente tóxicos” e 136 “medianamente tóxicos”. 

Em contrapartida, a quantidade de produtos considerados “pouco tóxicos” aumentou de 268 para 599. 899 substâncias foram relacionadas como “improvável de causar dano agudo”, na lista anterior, nenhum agrotóxico entrou nesta categoria. Apenas 18 não tiveram mudanças na classificação.

O marco regulatório dos agrotóxicos altera o modelo de classificação dos agrotóxicos e os parâmetros de comunicação sobre os perigos à saúde com o manuseio errado do produto.

** Leia a matéria completa na Folha de S.Paulo