União Europeia bane inseticida ligado à morte de abelhas

(Foto: Pixabay)

A Comissão Europeia proibiu definitivamente o uso do inseticida tiacloprido, da Bayer, pela sua relação com a morte de abelhas e problemas de saúde pública. A decisão segue a orientação da maioria dos países do bloco e de pareceres científicos.

O uso do inseticida já estava suspenso provisoriamente até 30 de abril de 2020, quando a licença expiraria. A Comissão não vai renovar a licença, proibindo definitivamente seu uso.

Em nota, a Bayer afirmou que a substância é uma “ferramenta importante” para os agricultores e é seguro quando medidas de mitigação de risco são adotadas. A empresa disse ainda que vai respeitar a decisão da União Europeia.

No Brasil, o uso do pesticida é permitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação na cultura de algodão, citros, soja, cana-de-açúcar, feijão e algumas frutas e vegetais.