Cresce inclusão de orgânicos na merenda escolar em São Paulo

(Foto: Andre Jonatas Barbosa/ SME)

A oferta de alimentos orgânicos nos cardápios de escolas municipais em São passou de 33,19%, em 2018, para 41%, em 2019.

Segundo a prefeitura, foram destinados R$ 39,5 milhões na compra de alimentos orgânicos no ano passado e, até abril, a Secretaria da Educação investiu R$ 6,11 milhões na compra de orgânicos.

Por mês, são compradas 287 toneladas de arroz e legumes, 34.104 unidades de banana e 7,5 litros de suco de uva orgânico. Além de hortaliças, como alface, escarola, couve, repolho, salsa e cebolinha. Todos os alimentos são adquiridos de produtores na cidade de São Paulo.

O governo municipal prevê, ainda, a compra de doce de banana orgânico, suco de laranja, iogurte com polpa de frutas, farinha de mandioca e molho de tomate para este ano.

O Programa de Alimentação Escolar da cidade de São Paulo oferece cerca de 2,3 milhões de refeições diárias em 3.500 unidades educacionais.

Os pais podem acompanhar a alimentação de seus filhos na escola através do dispositivo Prato Aberto, criado pela Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Representação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco no Brasil).

A plataforma pode ser acessada em: https://pratoaberto.sme.prefeitura.sp.gov.br/  

** Com informações da Prefeitura de São Paulo