Legumes e algas são opção de startup para criar atum

(Foto: Reprodução Facebook Good Catch)

Para atender a demanda de proteína à base vegetal, a startup Good Catch criou um atum feito a partir de seis tipos de leguminosas, como soja, fava e feijão branco, e algas variadas.

Segundo a startup, o produto não tem o cheiro distinto de atum em lata, em gosto de peixe fresco e tem o perfil nutricional semelhante ao do peixes: 14 gramas de proteína por porção, ácidos graxos e ômega 3.

O próximo passo da startup é desenvolver uma versão vegetal do salmão, outro peixe favorito dos consumidores. O atum da Good Catch está a venda apenas nos Estados Unidos.

** Com informações da Fast Company