Oito tendências e percepções do mercado de alimentos sustentáveis

(Foto: Freepik)

O fundador da Ecovia Intelligence, Amarjit Sahota, apresentou tendências durante a 11ª Cúpula Europeia de Alimentos Sustentáveis.

1. Aumento da participação do mercado de alimentos sustentáveis: a adoção de rótulos dominantes,  com venda superior a US$100 bilhões.

2. Riscos econômicos da mudança climática: com o impacto do clima na fertilidade do solo e na produtividade das culturas, os agricultores precisarão construir um sistema agrícola resiliente, com a diversidade de culturas e a adubação verde.

3. Reorientar o desperdício de alimentos: Atualmente, um terço de todos os alimentos produzidos são desperdiçados.

Em 2018, a Planet Organic doou 11 toneladas de alimentos de suas sete lojas em Londres, o equivalente a 55 mil refeições.

4. Valor social de suprimentos: As certificações de sustentabilidade melhoraram as condições de agricultores, mas ainda fazem pouco contra os níveis de pobreza.

5. Alimentos à base de plantas: O mercado global de alimentos à base de plantas deve atingir US$5,2 bilhões em 2020.

6. Proteínas vegetais: a indústria de alimentos está à beira de uma revolução baseada em plantas e esses alimentos fornecem muitas soluções para os problemas de sustentabilidade.

7. Novas tecnologias no varejo: O futuro talvez seja com lojas sem pessoal, entregas de drones ou direto ao frigorífico.

8. Matriz de materiais de embalagem verde: Há um investimento crescente em materiais de embalagem sustentáveis, com algumas novas alternativas de plástico, como amido termoplástico a partir de açúcares vegetais.

** Com informações do Natural Products Global