Petição online pede melhorias no rótulo de alimentos

(Foto: Divulgação)

Uma petição online criada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) pede que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) revise e atualize o atual modelo para a rotulagem de alimentos.

Atualmente, os rótulos seguem as regras pela Anvisa, em 2003, quando tornou obrigatória a inclusão de determinadas informações nas embalagens de quase todos os alimentos disponíveis no mercado.

Segundo o Idec, estas informações não são mais suficientes para cuidar da saúde dos brasileiros, de acordo com as experiências e evidências científicas. Com a informação correta nos alimentos e sobre alimentação inadequada, os consumidores podem prevenir o surgimento de problemas de saúde, como a diabetes e a hipertensão, causadas, principalmente, por hábitos alimentares errados.

Dados do sistema de vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas (Vigitel) do Ministério da Saúde de 2016 constataram que, atualmente, mais da metade dos adultos está com o peso acima do recomendado e 19% são considerados obesos.

“Organismos internacionais como a OMS e a Organização Panamericana de Saúde (OPAS) reconhecem o rótulo como uma ferramenta útil para orientar os consumidores nas melhores escolhas alimentares e, consequentemente, reduzir o excesso de peso em diversas partes do mundo. Mas mudanças são necessárias para que, de fato, as embalagens se tornem um instrumento de informação para o consumidor”, afirma o Idec.

Além da campanha “Por uma Rotulagem Nutricional Adequada já!”, o Idec também promove uma petição online contra o Projeto de Lei conhecido como “PL Heinze”, que pretende retirar o símbolo de ingrediente transgênico das embalagens.

Para participar de ambas as petições, acesse: https://www.idec.org.br/campanhas