Prefeitura de Campo Grande sanciona lei que cria hortas educativas nas escolas

(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Campo Grande)

No mês passado, o então prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, sancionou a Lei 5.769, que institui o “Programa Hortas Escolares” nas escolas da Rede Municipal de Ensino (REME). Os alimentos cultivados serão usados para complementar a merenda escolar.

Com supervisão da direção e dos professores, os alunos serão os responsáveis pelo cultivo da horta. O objetivo é aumentar a disponibilidade de alimentos saudáveis nas escolas e promover a disseminação de informações entre as escolas e a comunidade do município, que também poderá doar produtos.

Segundo a legislação, a iniciativa inclui: estratégias que incentivem e envolvam a comunidade nas atividades escolares, sensibilização e capacitação dos profissionais envolvidos com a alimentação nas escolas e estratégias de informação às famílias, para mostrar a importância de trabalhar em conjunto em prol da educação nutricional dos alunos.

Para receber o programa, as escolas deverão passar por modificações e adequar os locais em que as refeições são feitas. A prefeitura de Campo Grande afirmou em seu site que a implantação do Programa Hortas Escolares será contínuo para promover a educação nutricional e hábitos alimentares saudáveis, “considerando-se o monitoramento do estado nutricional do aluno e o controle e a prevenção dos distúrbios relacionados à nutrição”.

A lei deve ser regulamentada até o início do período letivo em fevereiro.