Whole Foods anuncia as principais tendências alimentares de 2019

(Foto: Freepik)

Os especialistas em alimentos da Whole Foods divulgaram as principais tendências no setor de acordo com as preferências dos consumidores nas 500 lojas da rede. As 10 principais previsões para 2019 são:

  1. Sabores do Pacífico:mercearias e restaurantes devem apostar em ingredientes da Ásia, Oceania e nas costas da América do Norte e do Sul, como camarão e frutas tropicais vibrantes (goiaba, maracujá). A jaca deverá ser usada com mais frequência para substituir a carne.
  2. Probióticos: o uso de probióticos naturais não será restrito aos suplementos e alimentos fermentados e deverá ser adicionado em granola, aveia, manteigas de nozes, sopas e barras nutricionais.
  3. Gordura boa: Combinadas com proteínas e poucos carboidratos, as gorduras boas – como a manteiga de coco – continuarão como tendência na categoria lanches e devem surgir novas bebidas veganas inspiradas em cafés amanteigados.
  4. Cânhamo:As sementes e os óleos da planta asiática similar à maconha, já são conhecidos, mas segundo os especialistas, a partir do ano que vem, deve crescer o interesse por outras partes da planta, principalmente, pelas empresas que querem explorar negócios relacionados a Cannabis.
  5. Petiscos com carne vegetal:Os alimentos à base de vegetais continuarão a surpreender e mais pessoas –mesmo que não sejam veganas ou vegetarianas – vão explorar petiscos à base de vegetais e que tenham uma alternativa a carne, como cogumelos trompete do rei.
  6. Embalagem ecoconsciente: os consumidores irão procurar marcas que mudaram ou estão transformam a embalagem, para ajudar na preservação do meio ambiente.
  7. Sobremesas congeladas à base de plantas: Os sorvetes terão que dar espaço para sobremesas feitas de abacate, tahine e água de coco, por exemplo. Os picolés e gelatos devem se manter em alta, e bebidas alcoólicas devem ser inseridas na composição desses produtos.
  8. Influência marinha: A influência dos oceanos devem aumentar nas gôndolas nos próximos anos, com a chegada de produtos, como manteiga de algas marinhas, macarrão de algas, lanches trufados feitos a partir de sementes de nenúfares e peles de salmão crocantes.
  1. Snacks: As opções de snacks e lanches para serem consumidos no intervalo das refeições vão crescer, como salgadinhos e petiscos saudáveis e voltados para dietas específicas, como sem glúten.
  2. Produtos funcionais:Os consumidores esperam mais das marcas alimentos, bebidas e produtos voltados para o corpo, como a moringa em pó.