Atenção! Hoje começa a vacinação contra o H1N1 em São Paulo

(Foto: Reprodução)

Começou nesta segunda-feira (11), a campanha de vacinação contra a influenza A ou H1N1 em São Paulo, para imunizar pessoas no grupo de risco, ou seja, que estão mais suscetíveis a contrair a doença.

Nesta semana, a vacina será destinada a crianças de 6 meses a 5 anos, idosos e gestantes e a partir do dia 18, serão imunizadas mulheres que tiveram bebês nos últimos 45 dias e pessoas com doenças crônicas. O restante do país seguirá o calendário do Ministério da Saúde, em que a vacinação começa no dia 30 de abril e vai até o dia 20 de maio.

A preocupação com o surto antecipado da gripe em São Paulo fez com que a Secretaria Municipal e a Estadual da Saúde adiantassem a campanha de vacinação 19 dias antes do previsto. Até o dia 26 de março, foram registrados 372 casos e 55 mortes no Estado, enquanto na capital paulista, 201 casos e 17 mortes até o dia 05 de abril.

Segundo o secretário de Saúde, Alexandre Padilha, “Não existe contraindicação [para a vacina], ela não é de vírus vivo, as pessoas não precisam ter a preocupação de que a vacina possa desenvolver gripe, não tem como, porque a vacina não tem um vírus vivo, são partículas do vivo que fazem a proteção à pessoa. A gente só orienta que se a pessoa estiver com febre, não tomar a vacina no dia em que estiver com febre, espera a febre passar e vem tomar em outro dia”, explicou Padilha.

Contraída pela inalação ou o contato de secreções do doente (espirro, tosse ou o ar), a doença é uma gripe do tipo A causada pelo vírus H1N1 e que apresenta os mesmos sintomas de uma gripe normal, porém mais fortes, como: febre alta, tosse, dor muscular, dor de cabeça e de garganta, além de coriza e irritação nos olhos e ouvidos.

Além da vacina, para evitar a gripe é necessário tomar medidas de higiene, como lavar sempre as mãos, cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar, utilizar álcool gel nas mãos e se possível, evitar locais de aglomeração de pessoas.

A vacina contra a influenza é gratuita e está disponível em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS), de segunda a sexta, das 07h às 19h. As UBSs integradas a AMAs (Assistência Médica Ambulatorial) também funcionam aos sábados, das 07h às 19h.

Para saber qual a UBS mais próxima da sua residência, ligue para a prefeitura do seu município ou acesse: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/