Comer menos e melhor sem fazer dieta

Nossa blogueira Lara Natacci dá dicas de hábitos e comportamentos para famílias, começando por preparar pratos coloridos, usar talheres menores, ter geladeiras e prateleiras organizadas e ambiente clean fazem toda a diferença na hora das refeições.

Emagrecer e ter uma alimentação equilibrada não é só uma questão matemática, no sentido de contar calorias e nutrientes. O processo envolve hábitos e comportamentos positivos com relação à comida e ao ato de comer. Por isso mesmo, detalhes que parecem bobagens podem fazer toda a diferença quando o objetivo é se livrar dos quilos a mais e manter a família toda saudável. Utilizar pratos e tigelas coloridos, de menor tamanho, saber organizar melhor as prateleiras de armários e geladeiras, comprar e preparar os alimentos em conjunto são algumas dicas da nutricionista e coach de emagrecimento e bem estar Lara Natacci.

(Foto: Lara Natacci/arquivo pessoal)
(Foto: Lara Natacci/arquivo pessoal)

Comprando a comida – “Tudo começa na hora de escolher bem os alimentos. Fazer uma lista ajuda bastante a não comprar o que não precisamos ou aquelas tentações que não queremos ter em casa. Nada de ir às compras com fome, porque assim tendemos a comprar tudo que vemos pela frente”, ensina Lara. A especialista alerta para a necessidade de ler os rótulos dos produtos, atentando para os componentes de alimentos prontos, além do prazo de validade, é claro. “A lista de ingredientes de um produto industrializado não está em ordem alfabética. O elemento que estiver presente em maior quantidade é aquele que aparece primeiro no rótulo. Então, é bom comparar os produtos similares e preferir os menos ricos em açúcar e gorduras, por exemplo”, explica Lara.

Organizando a cozinha – Segundo a especialista, é muito importante organizar bem as prateleiras de armários e geladeiras. “O ideal é que os alimentos saudáveis estejam mais à mostra, pois a nossa tendência ao procurar algo para comer é pegar aquilo que está mais fácil. Então, aquele biscoito de chocolate deve ficar no fundo do armário. Na geladeira, frutas e vegetais picados, prontos para o consumo, devem ficar na altura dos olhos”, recomenda.

Preparando a refeição – Uma boa forma de saber se as refeições estão balanceadas e se você está ingerindo alimentos variados é montar um cardápio. “Na hora de preparar a comida, se você tem crianças, é muito positivo envolvê-las de forma segura. Assim, elas vão conhecendo melhor os ingredientes e desenvolvendo uma relação saudável com a comida”, sugere Lara.

Durante as refeições – Um ambiente calmo, limpo e sem distrações, como aparelhos eletrônicos ligados, ajuda a prestar mais atenção ao prato. “O estado de calma e presença durante a refeição faz com que comamos menos e melhor. Nosso organismo se sente satisfeito mais rápido e absorve melhor os nutrientes. Uma boa dica é tomar algumas respirações profundas antes de começar a comer”. Para quem quer emagrecer, a especialista orienta utilizar pratos, tigelas e talheres menores. Segundo Lara, há pesquisas que apontam que usar pratos coloridos, de cores que contrastem com a comida, também pode ajudar a ingerir menos alimento, já que parecem estar mais cheios do que pratos brancos.