Cuidados com a saúde no carnaval

Sol, calor e muitas horas de festa podem causar danos a saúde, como desidratação e insolação, e arruinar o Carnaval. Confira abaixo alguns cuidados básicos:

Como o carnaval equivale a uma atividade física intensa e faz com que o organismo perca muitos nutrientes pelo suor e o desgaste, é ideal que a alimentação neste período seja leve.

“Como há um gasto alto de energia, o ideal é comer carboidratos. Aposte na barra de cereal, cereais e massas, de preferência integrais. Além disso, opte por lanches naturais, mas evite aqueles com molhos e maionese, que são muito perecíveis, especialmente quando não são armazenados na temperatura correta”, recomenda a nutricionista Fabiana Nogueira, do Hospital e Maternidade Madre Theodora de Campinas (SP).

A nutricionista Lara Natacci também recomenda evitar a ingestão de alimentos pesados, que dificultem a digestão, e investir frutas, legumes, verduras e grãos ricos em antioxidantes, como maçã, kiwi, laranja, brócolis, espinafre, aveia e milho. Alimentos diuréticos ajudam a desinchar, principalmente, após o consumo exagerado de álcool.

A hidratação também não pode ser deixada de lado! De acordo com o diretor médico e cardiologista do Hospital Santa Paula, Dr. Otávio Gebara, o recomendado é ingerir, no mínimo, dois litros de água por dia, de preferência, a cada duas horas.

O consumo de água também pode ser complementado por bebidas isotônicas, que ajudam a repor os minerais, como a água de coco. Se for consumir bebida alcoólica, intercale sucos naturais, água e água de coco.

Além da alimentação correta, a exposição aos raios solares podem provocar diversos problemas, como insolação, envelhecimento precoce da pele e até mesmo câncer.

Segundo a dermatologista do Hospital Santa Paula, Monica de Mello, chapéu, bonés, óculos escuro e protetor solar devem ser usados, principalmente, nos horários entre 10h e 16h, que costuma ser o horário mais crítico. Além disso, a médica ressalta que o protetor solar deve ter um fator de proteção solar (FPS) de no mínimo 30 com reaplicação a cada duas horas, já que fatores externos como o suor tira o produto da pele e afeta a proteção. Além disso, escolha roupas leves, confortáveis e que permitam a transpiração.

A médica também alerta que maquiagens com fator solar, não devem substituir o uso de filtro solar.