O pânico mundial por causa do novo coronavírus e as medidas oficiais no Brasil

Foto microscópica do novo Coronavírus (Foto: NIAID/RML/AP)

A pandemia está declarada pela OMS, mas o Covid-19 (novo coronavírus) há 45 dias deixa o mundo em pânico. Exagero? Talvez, mas os governos precisam mesmo se preparar e conter a expansão de infectados. Em plena era da comunicação digital, ver as fotos de cidades italianas vazias e supermercados com prateleiras vazias faz refletir de como somos vulneráveis.

Muitos países da Europa tomam medidas de isolamento de seus cidadãos para evitar o colapso do sistema de saúde. Os Estados Unidos vão proibir entrada de vôos vindos da Europa, algo absolutamente inédito! A Ásia está saindo do período mais crítico da epidemia, como a China desativando os hospitais de emergência.

O Brasil tem conseguido controlar a expansão do Covid-19. O Ministério da Saúde e governos estaduais estão tomando medidas de contingência  e os veículos de comunicação informam como se prevenir e o nova ética social – não apertar mãos, nem abraçar e dar beijinhos de longe.

O Ministério da Saúde publicou hoje, quinta-feira (12), uma portaria que define como serão feitos o isolamento e a quarentena.

Isolamento: a separação de pessoas doentes ou contaminadas, só poderá ser determinado por prescrição médica ou por recomendação do agente de vigilância epidemiológica. O prazo máximo é de 14 dias, que pode ser prorrogado por igual período se exames comprovarem que o risco de transmissão permanece. Deve ser feito, preferencialmente, em domicílio, mas pode ser feito em hospitais conforme recomendação médica e é necessário ser acompanhada de um termo de consentimento do paciente.

Quarentena: com o objetivo da quarentena é garantir a manutenção dos serviços de saúde, poderá sofrer restrição de atividades ou separação de pessoas suspeitas de contaminação das pessoas que não estejam doentes, ou de bagagens, contêineres, animais, meios de transporte ou mercadorias suspeitos de contaminação, de maneira a evitar a possível contaminação ou a propagação do coronavírus. Medida pode ser adotada por até 40 dias, podendo se estender pelo tempo necessário para reduzir uma transmissão comunitária e garantir a manutenção dos serviços de saúde. Precisa ser determinada por ato administrativo formal.

Nas redes sociais, muitas besteiras e fake news. Isso só colabora para um clima de histeria coletiva.

Os prejuízos na economia mundial são reais. As Bolsas caem, as empresas param produção, o comércio de muitas cidades fechado, escolas sem aulas…

Momento de parar, refletir e se cuidar.