OMS alerta que carne processada pode causar câncer

foto- Google

A IARC (Agência Internacional de Pesquisa do Câncer), órgão ligado à Organização Mundial da Saúde colocou carnes processadas – hambúrguer, bacon, salsicha e linguiça – na lista do grupo 1 de carcinogênicos – que já inclui tabaco, amianto e fumaça de diesel – para os quais já há “evidência suficiente” de ligação com o câncer.

Segundo o estudo, o consumo de 50 gramas de carne processada diariamente aumenta o risco de câncer no intestino grosso e reto em 18%. Comer carnes processadas pode causar câncer de intestino em humanos, enquanto a carne vermelha é uma possível causa da doença, informou a OMS.

A pesquisa foi realizada por um grupo de estudos com 22 especialistas de dez países, o levantamento usou mais de 800 estudos que investigaram a associação de mais de uma dúzia de tipos de câncer com o consumo da carne vermelha e processada em diversos países. Leia o comunicado para imprensa.

O relatório, que foi divulgado nessa segunda-feira (26), está causando grande repercussão no mundo todo, especialmente aos grandes consumidores de carnes processadas, como os Estados Unidos, Espanha, Reino Unido e Alemanha,; assim como nos países do Mercosul que consome e exporta carne vermelha, como Brasil, Uruguai e Argentina.