Prorrogada vacinação contra a pólio no estado de São Paulo

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo prorrogou até o dia 9 de setembro a campanha de vacinação contra a poliomielite – a paralisia infantil. A meta estadual é vacinar 2,3 milhões de crianças entre seis meses e cinco anos incompletos. Até o momento, foram aplicadas 1,8 milhão de doses.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa transmitida, principalmente por via oral, que leva a paralisia irreversível devido a lesões no sistema nervoso. Mesmo que erradicada no Brasil, o vírus da pólio permanece em nove países, entre eles: Iraque, Afeganistão, Guiné Equatorial e Israel. A vacina é a única forma de prevenção contra a doença, que não possui tratamento.

campanha

Aproveitando a Campanha Nacional contra a Poliomielite, deve-se atualizar a caderneta de vacinação infantil para: tuberculose, rotavírus, sarampo, rubéola, coqueluche, caxumba, varicela, meningites, febre amarela e hepatites.