Sorocaba decreta epidemia de dengue

(Foto: Pixabay)

A prefeita de Sorocaba (SP), Jaqueline Coutinho, decretou epidemia de dengue após o município confirmar 104 casos da doença transmitida pelo Aedes aegypti.

Ao todo, foram 802 notificações no município, sendo 104 confirmados, 629 descartados e 69 continuam em investigação. Dos casos confirmados, 73% são autóctones, 24,2% são importados e 3 foram indeterminados.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica de Sorocaba, o momento epidêmico foi observado nas últimas quatro semanas, quando o órgão observou que a curva dos casos está acima do limite superior da curva de tendência. Ou seja, quando a curva ultrapassa o limite superior de casos por quatro semanas consecutivas, considera-se momento epidêmico.

“As arboviroses têm essa característica de causar epidemias de tempos em tempos, e a última grande epidemia em Sorocaba foi em 2015, então era esperado que a gente tivesse uma nova epidemia em 2019 ou 2020, principalmente pela introdução de um novo vírus em 2015”, diz Thais Buti a chefe da Divisão de Zoonoses.

Além dos casos de dengue, Sorocaba registrou dois casos de chikungunya. Não há casos de zika vírus.

Para combater o Aedes aegypti, a Prefeitura realizará neste sábado (08) o ‘Dia D’ da dengue, para conscientizar e sensibilizar a população sobre o assunto. 

Neste dia, haverá trabalhos técnicos como visitas casa a casa e arrastão de criadouros nas áreas mais críticas da cidade.