Aplicativo ajuda produtor na rastreabilidade vegetal

(Foto: Pixabay)

A Confederação da Agricultura e Pecuária Brasileira (CNA) lança este mês, um aplicativo chamado Agri Trace, com objetivo de auxiliar o produtor rural a se adequar a normativa de rastreabilidade vegetal exigida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os produtos vegetais, frescos ou seus envoltórios como caixas, sacarias e demais embalagens, devem estar devidamente identificados de forma a possibilitar o acesso pelas autoridades competentes, aos registros de informações obrigatórias. Esse processo de rastreabilidade pode se tornar obrigatório antes mesmo de 2020, e é uma medida de segurança tanto para o consumidor quanto para o produtor.

Como funciona: na ferramenta, o agricultor poderá registrar os dados pessoais, localização da propriedade, produtos comercializados, quantidade, numeração do lote, data de colheita e informações do comprador. Vale lembrar que este não é um sistema comum. Acesse www.cnabrasil.org.br/agritrace-vegetal para ter acesso grátis por 30 dias. Após esse período, os produtores que quiserem manter o controle de rastreio por meio do Agri Trace, podem optar entre dois pacotes:

Plano Mensal – R$ 20,00/Mês
Plano Anual – R$ 192,00/Ano

(Foto: Divulgação)

Entre outros dados, o sistema fornecerá a possibilidade do produtor detalhar as informações de origem como data de plantio, de colheita, definição do talhão plantado, insumos utilizados e os tratos culturais, e realizar a impressão de etiquetas com caracteres alfanuméricos, código de barras, QR Code ou qualquer outro método que permita identificar os produtos vegetais frescos de forma única.

Com o aplicativo, os horticultores terão o benefício de um código de barras padronizado, reconhecido nacional e internacionalmente. Em todos os módulos haverá um painel de gestão que apresentará as principais informações para cada elo na cadeia de frutas e hortaliças. Conheça o sistema clicando aqui.

*Com informações da Assessoria de Imprensa e Instituto CNA.