Pilates: um instrumento útil na reabilitação

(Foto: Elaine Freire/arquivo pessoal)

Cada vez mais cresce a prática do Pilates para tratamentos de saúde com indicação para tratar várias patologias e inúmeras finalidades, atingindo diversas faixas etárias, idosos e gestantes.

Nas gestantes, os resultados são obtidos através de movimentos mais flexíveis, relaxamento muscular, diminuição do desconforto lombar, controle respiratório, prevenção da diástase abdominal (afastamento do músculo reto abdominal) e incontinência urinária. Para os idosos, os benefícios estão no aumento da força muscular, melhora do quadro de osteoporose, osteopenia, mobilidade, concentração e equilíbrio.

O uso do método Pilates em pré e pós-operatórios de cirurgias diversas, possibilita uma recuperação precoce, além da aplicação do método ser destinada a patologias que afetam a coluna vertebral e apresentam um baixo custo-benefício, hoje as patologias que acometem a coluna representam uma alta incidência e custo elevado ao cliente, diante de inúmeros especialistas, remédios e tratamentos empregados.

O Pilates se aplica no combate às algias da coluna vertebral, sendo eficaz na melhora aparente e funcional do indivíduo diminuindo o quadro de dor, produzindo equilíbrio, fortalecimento, alongamento da musculatura e descompressão de disco e raízes nervosas, estimulando a circulação local com alivio imediato da dor.

A aplicação do Pilates é adaptada às necessidades, o ritmo de cada pessoa e suas disfunções apresentadas, proporcionando uma evolução positiva no tratamento do indivíduo. Sua fama entre os atletas de elite, para melhora da performance física e reabilitação, tem ganho espaço notório devido ao progresso na definição muscular, melhora da flexibilidade e qualidade de vida.

Você sabe como é uma aula de Pilates?

Para uma aula de Pilates, são utilizados aparelhos específicos e acessórios, tais como: cadillac, reformer, ladder barrel, chair, rolos, faixas elásticas, magic circle, discos de propriocepção, bolas, entre outros. O fisioterapeuta – com o domínio do método, sabendo de sua aplicação e contraindicações, embasado em seu conhecimento de biomecânica, cinesiologia, anatomia, fisiologia e patologia – faz uso do Pilates em seu cliente por se tratar de uma prática de bem-estar e saúde visando à recuperação musculoesquelética após uma criteriosa avaliação física. O cliente sempre estará seguro diante de um profissional preparado para melhor conduta do seu tratamento.

** Foto: Arquivo Pessoal

Atenção!

Leitores do Organics News Brasil podem agendar uma aula grátis – http://www.pilateselainefreire.com.br/index.php/faca-sua-aula-gratis