A importância de uma alimentação natural para o seu melhor amigo

(Foto: Google/ Reprodução)

Em meio a uma onda de conscientização em relação à alimentação e saúde entre os brasileiros, agora a preocupação com o que se come e o que se deve evitar virou uma febre. Se para os humanos, uma alimentação balanceada e saudável é imprescindível para garantir uma boa qualidade de vida, evitando doenças e infecções, por que com os nossos pets seria diferente?

Todo mundo que tem um amigo peludo sabe como é importante garantir uma boa saúde para que assim o seu tempo ao nosso lado seja maior e com mais saúde. Manter uma alimentação saudável faz parte dos cuidados básicos que devemos ter com os nossos pets. Com o passar do tempo, foram feitos avanços nas produções voltadas para o mundo animal e a alimentação foi um dos focos.

As rações vendidas em supermercados e pet-shops contêm muitos conservantes e são, em sua maioria, transgênicas, dois fatores que podem se transformar em estopim para infecções, alergias e até câncer. Além disso, as comidas e petiscos naturais são uma opção saudável e nos passam a certeza do que estamos dando para os nossos amiguinhos.

Os alimentos frescos, sejam crus ou cozidos, têm uma média de 70% de água, o que ajuda no consumo diário de líquidos dos animais. Com isso, há uma diminuição significativa em doenças renais, hepáticas e endócrinas, um melhor controle do peso e até pelos mais brilhosos e hidratados.

(Foto: Google/ Reprodução)

A sócia-diretora da PF Animal, Simone Chevis, conta que além da alimentação natural, é importante ter a supervisão de um Veterinário Nutrólogo que acompanhará a evolução do animal. “Exames periódicos para avaliar níveis de cálcio, fosforo e funções renais e hepáticas serão necessários, principalmente no início da transição”, afirmou Simone. Para ela, não temos a cultura de cuidar da alimentação de nossos pets, embora façamos com nós mesmos.

A PF Animal desenvolve alimentos 100% naturais criados com ingredientes selecionados e de alta qualidade. As produções são artesanais e sempre orientadas por veterinários, garantindo duplamente uma vida mais saudável para o seu melhor amigo de quatro patas.

Em relação ao custo, inserir a alimentação natural pode exigir um pouco mais do orçamento, porém Simone afirma que, “a longo prazo, podemos pensar na economianas visitas ao veterinário. Cães e gatos mais saudáveis têm menos gastos com a saúde”. O dono do pet pode optar também por misturar ração com a alimentação natural, amenizando o aumento de custos, além de contribuir para uma melhora geral na saúde. Mas, lembre-se, uma alimentação natural cozida, sempre deve ser suplementada.

Procure sempre a orientação de um veterinário.

** Com a colaboração da assessoria de imprensa

O Portal Organics News Brasil e o Blog +Pets são parceiros do Nossos Peludos. Conheça e ajude os animais abandonados – www.nossospeludos.com.br

(Foto: Divulgação)