Medicamento manipulado pode minimizar dores nos pets causadas pelo inverno

(Foto: Pixabay)

Problemas nas articulações, dores musculares, traqueobronquite canina e rinotraqueite felina são algumas doenças típicas da estação mais fria do ano e que podem ser tratadas de maneira eficaz com medicamentos manipulados.

“Apoiada em diversas pesquisas científicas e num rigoroso controle de qualidade, a manipulação veterinária reúne matérias-primas importadas e, muitas vezes, exclusivas, garantindo a eficácia do tratamento. Além disso, o medicamento é manipulado na dose certa para cada tipo de animal, levando-se em conta seu porte, raça e características biológicas”, explica a veterinária da rede DrogaVET, Mariana Mauger.

Desta forma, numa mesma manipulação o medicamento pode reunir diferentes princípios ativos com o objetivo de tratar não só a doença principal, mas também aquelas associadas às características do pet, tais como a idade, a obesidade ou alergias. “Nesse último caso, é possível tratar, por exemplo, a osteoartrose em forma de biscoito hipoalergênico. Já um animal obeso pode ser medicado com biscoitos que ajudam no emagrecimento, incluindo, na fórmula, os ativos Chitosan e Berinjela.

(Foto: Pixabay)

Aos idosos com osteoartrose, a manipulação veterinária permite associar a Condroitina e um complexo antienvelhecimento como a Coenzima Q10 e o Ômega 3”, exemplifica a veterinária da rede.

No caso da idade, a profissional salienta ainda que, a partir dos sete anos, o animal já tende a desenvolver doenças hormonais, articulares e a diminuir a musculatura, agravado pela diminuição das camadas de gordura eliminadas pelo organismo. Desse modo, o animal se torna muito mais suscetível ao frio e ao vento gelado, característicos dessa estação”, alerta a especialista.

** Com a colaboração da assessoria de imprensa