Pets exóticos requerem cuidados especiais com a alimentação

(Foto: Divulgação)

Hamsters, furões, lagartos, tartarugas e saguis dividem espaço com cães e gatos

Toda criança quer um bichinho de estimação para brincar, cuidar e fazer companhia um para o outro. O Brasil tem por volta de 132,4 milhões de animais de estimação, dos quais 18 milhões são peixes e 2,2 milhões são répteis ou pequenos mamíferos, segundo dados do IBGE fornecidos pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). Hoje somos o 4º país com mais animais de estimação e o 3º em faturamento.

Os animais exóticos têm conquistado cada vez mais o coração e os lares dos brasileiros. Hamsters, furões, lagartos, tartarugas e saguis dividem o espaço que antes era praticamente exclusivo de cães e gatos. Mas para mantê-los com saúde, é imprescindível tomar uma série de cuidados.

Uma das importantes características que os bichinhos perdem ao fazer parte de um lar é o instinto de caça. “A alimentação dos pets deve ser bem balanceada. Além das rações é importante incluir insetos vivos que, além de estimularem o instinto de caça dos animais, é muito nutritivo e pode ser uma diversão para as crianças com seus pets”, orienta o engenheiro agrícola e proprietário da Safari Insetos, Eduardo Matos.

Os insetos têm alto teor de proteína, ácidos graxos e minerais de alta digestibilidade. O “cardápio” oferecido pela Safari é composto por: grilo preto (Gryllusassimillis), tenébrio gigante Zophobasmorio), tenébrio comum (Tenebriomolitor), barata cinérea (Nauphoeta cinérea) e barata blaberus (Blaberus giganteus). Em breve, a espécie barata madagascar (Gromphadorhina portentosa) também fará parte da produção que, hoje, já soma milhões de insetos e podem ser oferecidos para lagartos, roedores, macacos, pássaros de médio e grande porte e peixes. “Nutritivamente, os insetos substituem a ração. Mas a dieta do pet não pode ser substituída apenas por insetos e sim usá-los como um mimo para o animal”, explica.

(Foto: Divulgação)

Todos os insetos da Safari são produzidos em uma fazenda localizada em Piracicaba, interior de São Paulo. A criação possui Título de Estabelecimento Relacionado, com aprovação do Ministério da Agricultura e responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal comestíveis e não comestíveis destinados ao mercado interno e externo.

O sistema de produção é bem simples, mas há cuidados específicos para manter o ambiente sempre limpo e sem exposição a dejetos. A alimentação dos insetos é preparada com farelo de trigo, milho, cevada e vegetais como legumes e folhas, de onde eles também retiram a água que necessitam. “Os excrementos são retirados semanalmente de um reservatório no fundo de cada baia, onde caem por gravidade, mantendo o ambiente sempre limpo. Os insetos criados em cativeiro ficam guardados em ambiente controlado, a fim de evitar contaminação ou contato com espécimes de fora”, conta.

O mercado pet está se especializando no Brasil. A alimentação e a saúde dos animais de estimação movimentaram 18 bilhões de reais no Brasil em 2015, 8% a mais do que em 2014, posicionando o nicho como emergente no cenário nacional. Em 2016, mesmo em ano de crise, o setor se mostrou resistente e promissor e, em 2017, não será diferente. “O mercado mundial de consumo de insetos é amplo. Nós investimos cerca de R$ 220 mil desde a criação da Safari, em agosto de 2014. E não queremos parar aí. Agora estamos disponibilizando ao mercado a farinha de insetos que pode ser inserida em rações ou misturada em frutas secas”, finaliza.

Sobre a Safari

Todos os insetos da Safari são produzidos em uma fazenda localizada em Piracicaba, interior de São Paulo. A criação possui Título de Estabelecimento Relacionado, com aprovação do Ministério da Agricultura e responsável por assegurar a qualidade de produtos de origem animal comestíveis e não comestíveis destinados ao mercado interno e externo.

Sobre os produtos Safari

Os produtos da Safari são encontrados em pet shops, em embalagens diferenciadas:

Tenébrio Comum (Tenebriomolitor) – 150 unidades – R$ 20,00

Tenébrio Gigante (Zophobasmorio) – 50 unidades – R$ 30,00

Grilo Assimilis  – 25 unidades – R$ 20,00

Barata Cinerea – 10 unidades- R$ 25,00

Barata Blaberus – 5 unidades – R$ 25,00

O prazo de validade é de 30 dias.

Mais informações e contato: www.safarinsetos.com.br

https://www.facebook.com/safarinsetos

* Com a colaboração da assessoria de imprensa

O Portal Organics News Brasil e o Blog +Pets são parceiros do Nossos Peludos. Conheça e ajude os animais abandonados – www.nossospeludos.com.br