Curtas Elétricas

Nas notícias curtas elétricas da semana temos:

 

MT é pioneiro em uso prático de hidrogênio como fonte de energia

UDOP

A comunidade Pico do Amor fez uso dessa alternativa de energia limpa entre 2008 e 2011. O método, segundo a Universidade Federal de Mato Grosso, pode ser o futuro da geração de energia. O projeto só não continuou por causa dos altos gastos envolvidos, mas uma nova fase está sendo desenvolvida.

Leia a notícia na íntegra aqui.

18_energia_solar

Estudo com íons pode ajudar a melhorar energia solar em até 40%

Abinee

Tese de doutorado mostra que uso de conversores de energia compostos por íons terras raras Térbio (Tb3+) e Itérbio (Yb3+) podem melhorar de 28% a 40% a conversão para energia elétrica. O trabalho é um dos oito ganhadores do Prêmio Vale-Capes de Ciência e Sustentabilidade.

 

Pequenos produtores de energia do RN terão isenção no ICMS

Intelog

O Governo aderiu a convênio do Confaz, assinado neste ano. O excedente de produção poderá ser vendido com isenção do imposto. São Paulo, Goiás e Pernambuco também já adotaram essa isenção.

Leia a notícia na íntegra aqui.

 

Conta de energia pode diminuir até 20%

Folha da Cidade

No Espírito Santo isso pode acontecer logo. O Supremo Tribunal Federal determinou redução do ICMS sobre as contas de energia elétrica. Porém, para se beneficiar disso, é preciso entrar com ação judicial, pois a decisão do STF ainda é destinada a casos isolados.

Leia a notícia na íntegra aqui.

 

EPE prevê consumo de 16% em energia solar para 2050

TN Sustentável

Segundo a Empresa de Pesquisa Energética, a evolução do conjunto de projetos fotovoltaicos e a instalação de novos projetos de cogeração de energia podem fazer com que 16% do consumo total de energia elétrica no Brasil seja atendido por esses dois tipos de projetos, em 2050.

Leia a notícia na íntegra aqui.