E lá vem a noiva…. (e a viagem dos noivos)

(Foto: Unsplash)

Tan, Tan, Tan, Tananannn….

É assim que me sinto neste momento. A marcha nupcial tocando, a porta da igreja se abrindo e eu colocando as minhas ideias aqui no Organics News Brasil. E não poderia ser com mais estilo, já que vamos falar vida nova, romance e Lua de Mel.

A minha ideia de casamento, além do amor e da vontade de compartilhar os momentos mais importantes da nossa existência, inclui a esperança de uma vida nova, diferente, a fé de que tudo será pra sempre e a alegria de saber que, chova ou faça sol, alguém estará do nosso lado, para segurar a nossa mão e dizer:

– Estamos Juntos!

Então, como um símbolo para marcar a vida nova, nada melhor do que um belo e inesquecível passeio. Pode ser nas montanhas, no campo ou na cidade vizinha. O que todos querem é comemorar a nova etapa da vida em um ambiente diferente.

Como vocês já devem ter percebido, a minha praia é a praia. E cada vez mais os sites de venda de pacotes turísticos e as agências de viagens nos enchem os olhos com propostas e mais propostas de passeios. Cancun, Caribe, Curaçao são destinos muito procurados por casais que querem começar a vida num clima tropical, com muito sol, praia e lindas áreas de mergulho.

A minha proposta aqui é falar sobre esses passeios, mas fugir do tradicional.

Você já pensou em, ao invés de mergulhar no Caribe, conhecer a Grande Barreira de Corais – o maior organismo vivo do planeta – lá na Austrália? Considerado um Patrimônio da Humanidade, ela se estende por mais de 2.000 quilômetros ao longo da costa de Queensland, desde Cape York até Bundaberg. Tartarugas, estrelas marinhas e caranguejos são apenas alguns dos animais que irão te fazer companhia durante o passeio. O ponto alto é dividir o mar com um tubarão baleia, inofensivo e com 12 metros de comprimento, que se permite a ganhar carinhos dos humanos.

A Grande Barreira de Corais é formada por uma infinidade de corais, que se conectam como em uma corrente, e é tão extensa que pode ser vista do espaço. Em alguns pontos, ela forma algumas ilhas, sendo que enquanto algumas delas são completamente desertas, outras abrigam luxuosos resorts. Muitas dessas áreas são consideradas Parques Nacionais Marinhos, e nada pode ser coletado a não ser fotos.

(Foto: Pixabay)

Outro ponto famoso no meio do mergulho, e meio “esquecido” entre os leigos é o Mar Vermelho, uma estreita faixa de mar que separa os continentes africano e asiático. Ele divide, com a Grande Barreira de Corais australiana, o título de melhor local de mergulho do mundo.

A porta de entrada para quem quer se aventurar no Mar Vermelho é o Egito. Lá, a água é muito límpida (a visibilidade é de 45 m) por causa da falta de chuva. Como o mar fica em um deserto, então não existem escoamentos que deixem a água turva.

De todas as espécies marinhas encontradas no Mar Vermelho, cerca de 10% delas são endêmicas – ou seja, só existem neste local – por este motivo o famoso mergulhador francês Jacques Costeau a descreveu como um “corredor de maravilhas”.

Ao contrário do que possa parecer, o Mar Vermelho não tem esse nome por causa de sua cor. A mais provável origem do nome são as bactérias Trichodesmium erythraeum, presentes na superfície da água, que durante a sua proliferação elas deixam o mar com manchas avermelhadas em alguns lugares.

(Foto: Pixabay)

Outro ponto que é o sonho de consumo da maioria dos amantes do mergulho é o Arquipélago de Galápagos. Além de inspirar Charles Darwin a desenvolver a Teoria da Evolução das Espécies, as três ilhas vulcânicas que formam o arquipélago inspiram mergulhadores de todos os níveis, dos profissionais até os que sonham em mergulhar, mas ainda não iniciaram as atividades.

Tartarugas, arraias e diversos tipos de tubarões são avistados em mergulhos em qualquer época do ano. O arquipélago encanta também quem quer ficar fora d´água, tanto por suas paisagens, quanto pela sua fauna formada por leões marinhos, inúmeras espécies de aves, além de pinguins e iguanas marinhas.

(Foto: Pixabay)
(Foto: Jackman Chiu/ Unsplash)

Mas pra que olhar tanto para fora? Temos grandes opções de ponto de mergulho aqui no Brasil, que são ideais para quem não é profissional, mas quer ter a experiência de mergulhar. Um deles é o Parque Estadual Marinho Laje de Santos, um dos principais pontos de mergulho do Estado de São Paulo, pois oferece condições muito boas de visibilidade e profundidade, e também abriga uma grande biodiversidade.

Com profundidades variando entre os dez e os vinte e dois metros, o paredão rochoso abriga uma fauna muito diversificada e exuberante, com barracudas, tartarugas, polvos e raias jamantas, visitantes habituais no inverno. Na região existe também um naufrágio, denominado Moréia, aberto à “visitação”.

E antes de terminar, uma sugestão de passeio que poucos conhecem, mas que é ideal para quem quer ver de perto grandes mamíferos marinhos, mas não quer se aventurar em um mergulho. É o whalewatch, ou avistamento de baleias. Neste passeio, uma embarcação leva os turistas locais de alimentação ou reprodução dos grandes cetáceos, e assim todos podem participar do espetáculo que é ver um animal tão grande bem de perto.

O passeio é seguro e vem sendo considerado a forma menos invasiva de interação com o mar, já que os turistas não entram na agua e os animais não se sentem invadidos. Aqui no Brasil, o whalewatch é realizado em Florianópolis (para a observação de Baleias Francas, entre julho e novembro) e na Bahia (para a observação de Baleias Jubartes, entre julho e outubro).

(Foto: Projeto Baleia Jubarte/ Divulgação)

Estas são apenas algumas sugestões de pontos de mergulho que se destacam no Brasil e no mundo, ideais para casais que querem começar a vida juntos com uma boa dose de adrenalina. Porém, não são os únicos. A partir de agora, todos os meses, teremos dicas sobre pontos de mergulhos, praias para se conhecer e formas de conservar a biodiversidade marinha.

Para saber mais sobre os locais desta coluna, acesse:

Grande Barreira de Corais – http://www.australia.com/pt-br/explore/icons/great-barrier-reef.aspx

Mar Vermelho – http://www.viagememergulho.com.br/mar-vermelho-egito

Arquipélago de Galápagos – http://www.brasilmergulho.com/port/points/inter/galapagos/001/index.shtml

Laje de Santos – http://www.lajedesantos.com/site/

Projeto Baleia Jubarte – http://www.baleiajubarte.org.br/

Projeto Baleia Franca – http://www.baleiafranca.org.br/