Exposição mostra relação entre samba e trabalhadores

(Foto: Divulgação)

Até o dia 30 de maio, acontece a exposição fotográfica “Os trabalhadores e os 100 anos do samba”, promovida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT). A mostra visa homenagear o ritmo mais popular do Brasil –o samba – e os seus trabalhadores.

Composta por 30 paineis distribuídos entre as ruas Augusta e Pamplona, a mostra apresenta os momentos históricos do samba, os seus personagens e as histórias que cantaram as lutas e as liberdades dos trabalhadores em diversas manifestações culturais.

“Essa é uma forma de valorizar o trabalhador através da música e, principalmente, do samba. Esses são exemplos de luta e que devem servir de exemplo em um momento de crise como o que estamos passando hoje. Muitos sambistas que fazem parte da mostra falavam de liberdade nas suas músicas em uma época que esse era um assunto quase proibido. São exemplos para os trabalhadores”, afirmou Francisco Pereira, secretário de Organização e Políticas Sindicas da UGT e presidente do Sindicato dos Padeiros de São Paulo.

A exposição “Os trabalhadores e os 100 anos do samba” é gratuita e acontece no canteiro central da Avenida Paulista, com início em frente ao Conjunto Nacional.