Piracicaba, a Florença Brasileira

(Foto: Divulgação)

Em algum lugar no mundo, existem vestígios, obras ou algum objeto de arte e várias histórias, algumas verdadeiras, outras que o povo conta sobre aquela manifestação artística. Basta um olhar atento sobre as coisas de sua aldeia e você vai encontrar.

Cecílio Elias Netto, jornalista e escritor, conta as coisas de seu lugar e faz um exercício que mistura o jornalismo à metáfora. Para contar as histórias e mostrar o valor de obras criadas pelos seus conterrâneos de Piracicaba, juntou-se ao editor Arnaldo Branco Filho, e criaram o livro “Piracicaba, a Florença Brasileira”.

Não é pretensão, comparar os artistas de Piracicaba, aos grandes mestres reunidos na cidade de Florença que mudaram o mundo. O Renascimento foi o maior movimento artístico da humanidade. Na metáfora, Cecílio, revela o grande valor dos artistas de sua aldeia. Alguns que lá nasceram e viveram, outros, que apenas de estiveram de passagem, todos, no entanto, deixaram a marca e seu valor artístico, como Miguelzinho Dutra, Almeida Junior, Frei Paulo de Sorocaba, Antônio Pacheco Ferraz, Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi e os irmãos Dutra.

A cidade de Piracicaba foi um grande centro produtor de açúcar. Para isso contou com mão de obra nacional e a presença de estrangeiros, principalmente, dos Italianos, como o comendador Pedro Morganti, fundador da Companhia União de Açúcar e Álcool, no bairro de Monte Alegre. Na propriedade mandou construir a Capela de São Pedro, num projeto arquitetônico de Antônio Ambrote e seu interior decorado pelo pintor Alfredo Volpi. A obra foi inspirada na Igreja de Bozzano, na cidade de Lucca, região da Toscana, local de nascimento de Pedro Morganti. A capela no alto de uma colina foi inaugurada no Natal de 1936, e ainda hoje ressoa as preces e orações do povo do lugar.

A história da Capela de São Pedro de Monte Alegre foi a inspiração inicial do escritor Cecílio Elias Netto e do editor Arnaldo Branco Filho, para contar as histórias dos artistas de Piracicaba, um livro que em si é uma obra de arte.

Livro: Piracicaba, a Florença Brasileira.

Autor: Cecílio Elias Netto.

Editor: Arnaldo Branco Filho.

Obra: ICEN- Instituto Cecílio Elias Netto.

Interior da Capela pintada por Volpi. Foto- Vera Moreira
Capela São Pedro – Monte Alegre- Piracicaba
Foto- Vera Moreira