Desmatamento no Cerrado emitiu 7 bi de gases poluentes em 15 anos

(Foto: Pixabay)

O descontrole ocorre entre 1990 e 2017, revela novo estudo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IAM) lançado na COP 24.

Atualmente, o cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul, com 2 milhões de quilômetros quadrados. Mais da metade de sua vegetação nativa foi desmatada, e a maior parte do bioma (45%) abriga pastagens e atividades agrícolas, sendo 12% da soja mundial produzida no Cerrado.

A comissão brasileira chamou atenção para a exclusão de países em desenvolvimento nas negociações da Conferência Climática da COP 24 e os impactos que isso pode ter nas metas previstas pelo Acordo de Paris. Cerrado tem bastante espaço para crescer com sustentabilidade, de forma a aproveitar as áreas já abertas com eficiência, conservação de recursos hídricos e manutenção da vegetação nativa, inclusive a que poderia ser desmatada legalmente”, disse.

Um dos caminhos é ter mais vegetação nativa nas fazendas do que a prevista em lei. De acordo com o Código Florestal, existem 25,6 mil km² de áreas públicas não destinadas no bioma, que não estão sujeitas a nenhuma categoria fundiária definida e podem, facilmente, serem usadas para fins agropecuários.

** Com informações do IPAM