Europa pede ação imediata contra a mudança climática

mudança climática, aquecimento global
(Foto: Pixabay)

Faltando nove dias para a Conferência do Clima da ONU (COP 24), a Itália divulgou, nesta sexta-feira (23), uma declaração conjunta com mais 16 países.

“As mudanças climáticas são o desafio-chave do nosso tempo. A nossa geração é a primeira a experimentar o rápido aumento das temperaturas em todo o mundo e, provavelmente, a última que efetivamente poderá combater a iminente crise climática global”, adverte a declaração.

No texto, os lideres afirmam que o mundo tem a obrigação de “fazer tudo o que é humanamente possível para parar as mudanças climáticas”, que já afeta várias partes do mundo, como o aumento das ondas de calor e a redução das calotas polares, e ameaça diversos setores.

Entre 02 e 14 de dezembro, os chefes de estado irão se reunir na COP24, para definir qual será a participação de cada país na redução das emissões de gases de efeito estufa e como irão substituir a energia derivada de combustíveis fósseis para fontes renováveis.

** Com informações da Época Negócios