Cidades se comprometem no combate à mudança climática

(Foto: Reprodução)

Prefeitos de 700 cidades ao redor do mundo anunciaram, na última sexta-feira (04/12), o comprometimento conjunto em reduzir 3,7 gigatoneladas das emissões anuais de gases de efeito estufa até 2030 – o equivalente a cinco anos de tráfego aéreo mundial ou a um ano de emissões da União Europeia – e reduzir em 80% as emissões até 2050.

As cidades têm um papel fundamental na redução de gases poluentes. Segundo dados da ONU-Habitat, mais de 50% da população mundial vivem em áreas urbanas, que são responsáveis por 70% das emissões de gases de efeito estufa.

Diversas cidades já estão agindo a favor do clima e criando novos hábitos para reduzir as emissões de carbono. Uma delas é Copenhague, na Dinamarca. Conhecida como o “paraíso das bicicletas”, a cidade dinamarquesa visa ganhar o título de “melhor cidade do mundo para ciclistas” e ser a primeira no mundo com emissão neutra de carbono até 2025.

Em julho, a cidade de Essen, na Alemanha, foi eleita pela Comissão Europeia como a capital verde para 2017, por ter eliminado o desenvolvimento com minas de carvão e adotado medidas sustentáveis. Por sua vez, Sidney, na Austrália, reduziu em 30% as emissões de carbono ao investir em edifícios ecológicos.

A cidade-sede da COP21, Paris, tem como meta transformar 80% da sua frota de 4,5 mil ônibus a diesel em ônibus elétricos e o uso de biogás para o restante dos veículos. Além disso, a cidade francesa pretende desestimular o uso de carros ao ampliar as zonas para pedestres.

** Com informações do jornal Valor Econômico.