Governo vetará incentivos ao carvão

Greenpeace activists occupy the cooling tower of Chvaletice power plant in Czech republic to protest against the plans to prolong its operation. The activists light a purple smoke flare on top of the tower as part of the protest.

Segundo o Greenpeace, o Ministro do Meio Ambiente José Sarney Filho,anunciou na 22a Conferência do Clima que o presidente Michel Temer vetará o artigo que criaria um programa de incentivo a usinas termelétricas a carvão mineral – o mais poluente entre os combustíveis fósseis.

Somos o sexto país que mais emite gases de efeito estufa no mundo. Se apostássemos no carvão como fonte de energia, tornaríamos o cumprimento do acordo inviável. “O Brasil tem plenas condições de explorar apenas fontes limpas e renováveis para gerar energia.

Quando a Câmara dos Deputados e o Senado Federal aprovaram a MP que continha o artigo do incentivo ao carvão, houve uma grande mobilização da sociedade civil para barrar o artigo. O Greenpeace Brasil e ONGs, como a WWF-Brasil, escreveram uma carta ao Senado, organizaram uma petição e chegaram a levar ao Palácio do Planalto as mais de 50 mil assinaturas de apoio ao abaixo-assinado.

O texto da Medida Provisória vai voltar agora ao Congresso Nacional, onde os parlamentares podem, em teoria, revogar a decisão do presidente. Nós estaremos vigilantes para que nenhum passo para trás seja dado depois dessa importante vitória.

  • com informações do Greenpeace