Noruega e Unilever anunciam financiamento de US$400 milhões para aumentar resiliência de cidades

(Foto: Pixabay)

Após os impactos devastadores dos furacões, a Noruega e a Unilever anunciaram o financiamento de US$400 milhões para aumentar a resiliência de cidades aos efeitos da mudança climática.

“Tenho o prazer de anunciar que a Noruega, a Unilever e outros parceiros estão criando um novo fundo de US$ 400 milhões para investir em modelos de negócios que combinam investimentos em agricultura de alta produtividade, inclusão de pequenos agricultores e proteção florestal. Este deve ser apenas um dos muitos novos investimentos públicos e privados no desenvolvimento socioeconômico mais resiliente”, afirmou Vidar Helgesen, Ministro do Clima e do Meio Ambiente da Noruega.

A iniciativa visa atingir com sucesso os objetivos de três acordos internacionais: os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o Acordo de Paris e o Quadro de Sendai para Redução do Risco de Desastres.

“Conseguir o desenvolvimento econômico e a erradicação da pobreza não podem ser alcançados se não construímos a resiliência climática. É por isso que o Banco Mundial está colocando resiliência e a gestão dos riscos climáticos, no centro de seus investimentos”, explica Laura Tuck, vice-presidente de Desenvolvimento Sustentável do Banco Mundial.

Para uma cidade e a sua economia ser resiliente ao clima, ela deve ser capaz de: entender e antecipar os riscos climáticos, como eventos extremos; poder absorver e lidar com as tensões sociais e, a longo prazo, transformar o desenvolvimento para reduzir os riscos climáticos.

** com informações da ONU