Papa diz que o mundo precisa de ações concretas contra o aquecimento global

(Foto: Divulgação Vaticano)

O Papa Francisco afirmou que “as palavras ainda estão muito longe das ações concretas” contra o aquecimento global”, em uma mensagem enviada aos líderes globais que estão reunidos na 25ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 25).

“Infelizmente, depois de quatro anos [desde o Acordo do Paris], temos que admitir que a consciência é ainda fraca, incapaz de responder adequadamente àquele forte senso de urgência para ação rápida, pedida pelos dados científicos que estão à nossa disposição”, diz a carta.

O pontífice ressalta que ainda é possível limitar o aquecimento global, mas que os compromissos atuais dos países “estão longe daqueles que realmente são necessários para alcançar as metas estabelecidas no Acordo de Paris”.

Francisco ainda disse estar preocupado sobre a capacidade dos países de respeitarem o tempo exigido pela ciência e a distribuição de custos que eles exigem, e parabenizou as iniciativas de jovens, como o movimento Fridays For Future, para exigir medidas concretas.

** Com informações do G1