União Europeia quer zerar as emissões de carbono até 2050

(Foto: Pixabay)

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, anunciou que os países da União Europeia (UE) fecharam um acordo para neutralizar as emissões de carbono do bloco até 2050.

Zerar as emissões de gases poluentes é um dos objetivos do “Green Deal” (Pacto Verde, em português) apresentado na última quarta-feira (11) pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

O Pacto europeu prevê a adoção de 50 mecanismos de redução de CO2 e a aprovação de uma lei climática, que deve ser apresentada em março.

A Comissão deseja impor metas de redução de emissões de gases de efeito estufa mais ambiciosas até 2030, passando dos atuais 40% para até 50% ou 55%.

A iniciativa prevê um mecanismo de transição justa para janeiro, que contará com um fundo, que pode variar de 5 a 7 bilhões de euros, incluído no orçamento da União Europeia entre 2021 e 2027. O mecanismo global espera mobilizar até 100 bilhões de euros em investimentos no mesmo período e adição de 260 bilhões por ano.

A UE pretende aplicar “um mecanismo de adaptação de emissões em plena conformidade com a Organização Mundial do Comércio (OMC)”. E buscar “opções legislativas” para impulsionar a produção de combustíveis alternativos e a instalação de pontos de recarga de veículos elétricos.

** Com informações da France Presse e ANSA