Pesquisa aponta que Brasil está mais longe do desenvolvimento sustentável

O Brasil retrocede em 60 das 145 metas nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas (ONU). É o que mostra o relatório GT Agenda 2030 feito por 105 especialistas e 51 organizações que monitoram a implementação dos ODS no país.

Das 145 metas avaliadas pelos pesquisadores, 60 estão “retrocesso”, 32 estão “estagnadas”, 23 ficaram entre “progresso insuficiente” e quatro foram classificadas em “progresso satisfatório”. Outras 26 estão em “ameaça” de cumprimento, ou seja, o país não só não avançou em relação aos objetivos assumidos como está caminhando pra trás.

Houve ainda uma séria barreira de acesso à informação no levantamento deste ano: não foi possível encontrar dados públicos para avaliar 18 metas.

O relatório mostra que mesmo antes da Covid-19, o país já retrocedia em relação aos indicadores aferidos. Se o Brasil estivesse alinhado aos ONU poderia ter amenizado os impactos da pandemia da Covid-19, como o colapso do sistema de saúde, o aumento do desemprego e da pobreza extrema.

Organizada pela ARTIGO 19 e Gestos, o Relatório Luz da Sociedade Civil sobre a Agenda 2030 é a única publicação no Brasil, da sociedade civil, que apresenta um panorama em 360 graus do nível de implementação dos 17 ODS, cobrindo as áreas social, econômica e ambiental.

Clique aqui para ler o estudo na íntegra.